VOCÊ ESTÁ LENDO

Faça um tour pelos melhores museus de Chicago sem ...

Faça um tour pelos melhores museus de Chicago sem sair de casa

A recomendação global é ficar em casa para tentar combater o avanço do coronavírus. O vírus já infectou mais de 1,8 milhão de pessoas. No Brasil, já são mais de 20 mil casos confirmados. Esse novo momento exigiu que muitas viagens fossem adiadas, mas deu espaço para que a gente conhecesse o mundo de uma outra maneira. Hoje, é possível conhecer os museus de Chicago, por exemplo, sem sair de casa.

Neste artigo, separamos alguns espaços incríveis para você visitar sem sair de casa e tornar o seu dia mais inspirador.

Art Institute of Chicago

Art Institute of Chicago é um dos museus de Chicago que abriga obras incríveis e importantíssimas. De artistas como Van Gogh, Monet, Picasso e Edward Hopper, entre outros, o espaço também possui esculturas europeias, retratos japoneses e videoarte. O passeio pode ser feito pela internet e, além do passeio interativo elaborado pelo Google Arts & Culture, o usuário pode clicar nas diversas coleções no site oficial do museu. Ainda existem atividades interativas para conhecer a coleção mais a fundo.

Um dos museus de Chicago voltado para a pesquisa do antigo Oriente Médio é o Oriental Institute Museum, da Universidade de Chicago. O acervo é composto por mais de 350 mil artefatos, sendo que 5 mil itens estão em exibição. O visitante pode conhecer fotografias, documentos e materiais provenientes de escavações. O tour virtual permite conhecer algumas dessas obras, como cerâmicas e uma estátua maciça do egípcio rei Tut. Durante a quarentena, o museu está incentivando através do Facebook algumas atividades interativas. Entre elas, destaca-se a recriação em casa um jogo de tabuleiro do século 6a.C  e aulas de origami. O museu também dedica um espaço no site oficial com todas as possibilidades de interação com o conteúdo.

National Museum of Mexican Art

National Museu of Mexican Art é um dos primeiros a trabalhar a cultura mexicana nos Estados Unidos. O lugar expõe mais de 10 mil peças relacionadas ao tema. O trabalho abarca desde a antiguidade até os dias de hoje. Além do passeio virtual através pelas salas do local, o museu disponibiliza algumas atividades no site para serem feitas durante a quarentena. Entre elas, destacam-se desenhos para colorir, dicas para fazer impressões monocromáticas e caça-palavras. Algumas dos temas das salas são: Histórias da Identidade Mexicana, Memória Presente e A Arte é Política.

faca-um-tour-pelos-melhores-museus-de-chicago-sem-sair-de-casa-01

O National Museum of Mexican Art, em Chicago

Chicago History Museum

O Chicago History Museum é um espaço que passeia pela história de Chicago. Através do site oficial, é possível ver parte do acervo, ler sobre algumas das seções de exposição e embarcar em exibições online. Atualmente, estão disponíveis as exposições O Grande Incêndio de Chicago e Chicago: Lei e Desordem. O blog do Chicago History Museum é outra forma de se aprofundar na cultura local, com histórias postadas todos os dias.

O Museum of Contemporary Photography possui mais de 15 mil itens de 1500 profissionais. Ele é considerado o principal museu de arte universitário do mundo dedicado ao tema. Localizado dentro da Columbia College Chicago, o espaço possui um site onde pode-se conferir 14 exibições pensadas para o mundo digital. Os temas variam de paisagens de viagens à maternidade. Um vídeo conta a história do museu desde sua fundação, em 1976, e leva os espectadores pelos corredores cheios de fotografias.

Frank Lloyd Wright

Frank Lloyd Wright é um renomado arquiteto que deixou sua marca pela cidade de Chicago durante sua vida. A área da Chicagoland abriga a maioria dos projetos desenvolvidos por ele. Entre eles, estão inclusos Patrimônios Mundiais da Unesco, como o Unity Temple e a Robie House. A história de alguns monumentos planejados por Wright podem ser conhecidas neste site. E para admirar a beleza arquitetônica das construções sem sair de casa, basta assistir alguns vídeos disponíveis no YouTube, como esses:


Deixe um comentário

comentários

INSTAGRAM
SiGA A GENTE
Translate »