VOCÊ ESTÁ LENDO

Playground de Gelo

Playground de Gelo

À primeira vista impossível não associar a imagem que está a sua frente a de algum grande filme que tivesse a natureza coberta de gelo como pano de fundo. Facilmente, as tomadas do filme Brokeback Mountain (2005), de Ang Lee, poderiam ter sido feitas aqui, mas não foram, seguiram para a vizinha Calgary. De clima igualmente gelado, o que difere a também canadense Jasper, localizada na província de Alberta, é um cotidiano compassado a passos mais leves, entoado pelos sons que surgem do movimento das árvores, do curso dos rios que estão em seu entorno. Desenhada para quem se completa no contato com o meio natural, a região reúne diversos motivos para que a estadia ganhe sempre mais um dia, a fim de que todos os encantos turísticos locais possam ser desbravados, como um gigante playground ao ar livre.

A área das Montanhas Rochosas canadenses solitariamente já configuraria um espetáculo visual no qual a natureza fica encarregada de apresentar os principais charmes, mas por aqui tudo vai além, principalmente no interior do Parque Nacional de Jasper, considerado o maior da região com aproximadamente 11 mil quilômetros quadrados de extensão, dono de paisagem marcante e vida selvagem caracterizada pela presença de renas, alces, coiotes e ursos. Mas não se assuste, desde que você respeite as regras, não há perigo. Tombado como Patrimônio Mundial pela Unesco, em 1984, o parque fundado em 1907, é considerado a estrela turística de Jasper ao congregar alternadas atividades dentro de sua imensidão, como por exemplo, as trilhas demarcadas por onde ciclistas costumam passear, descobrindo o local sob diferentes ângulos montanha acima. Se sua escolha pede mais adrenalina, a direção certa é a Marmot Basin – ou Bacia da Marmota, em tradução livre – buscada para saltos, acrobacias e emoção de esquiadores e snowboarders, em um espaço de três mil metros de inclinações variadas, cobertas por manto branco.
interna

DE OLHO NA NEVE
Não é incomum encontrar por essas bandas praticantes do cross-country skiing um esporte popular no Canadá, no qual se corre deslizando pela neve com apoio de esquis. Se não resistir a apenas olhar, siga para os arredores do Lago Maligne que tem a cerca de sete quilômetros de distância, trilhas perfeitas para iniciantes. Profissionais – e alguns exibidos – se encontram no Evelyn Creek permeado por um circuito considerado difícil, com aproximadamente 12 quilômetros de extensão. Antes de sair da região do Vale Maligne, se permita um momento mais idílico num barco que flui pelas águas deste lago de 22 quilômetros de extensão, durante uma hora e meia. No desenrolar do passeio além do paredão de montanhas, surgem às margens restaurantes e lojas próprios para uma parada para renovar energias e encher a mala de novas lembranças.

Na temporada do inverno canadense que se inicia em dezembro e pode durar até seis meses, o mais atraente é a oportunidade de lazer sobre os congelados lagos Edith e Annette, transformados em amplas pistas de patinação. Mas há também quem prefira apenas admirar a cena curtindo um piquenique. De fato a beleza deste perímetro é memorável, mas ainda assim, nada se compara a Columbia Icefield uma gigantesca geleira, dona de 325 quilômetros quadrados desbravados a pé – para os mais aventureiros – ou a bordo de um ônibus especial, o Brewster Ice Explorer com rodas próprias para não atolar em meio à neve. A exploração deste universo gelado revela as diferentes tonalidades de branco registradas em uma série de fotos, bem como, a montanha Columbia, a mais alta daqui, com 3745 metros. A cada quilômetro deixado para trás em uma estrada de neve delimitada por algumas das mais altas montanhas canadenses, como é o caso do Monte Athabasca [3491 metros] e do Monte Andromeda [3450 metros], sua aventura glacial desemboca em campos gigantescos regados de gelo. Apesar de tanta neve e de temperaturas sempre baixas, impossível não se derreter pelo lugar e não desejar voltar o quanto antes para um dos mais gelados encantos canadenses.

Para saber mais:
Parque Nacional de Jasper www.discoverjasper.com


Flávia Lelis, editora de conteúdo online e amante de viagens por natureza

Deixe um comentário

comentários

INSTAGRAM
SiGA A GENTE
Translate »