VOCÊ ESTÁ LENDO

Mosaico Germânico

Mosaico Germânico

Em viagens internacionais, sempre sou questionada sobre quanto tempo se leva para chegar ao Rio de Janeiro, se dá para ir de São Paulo para o Amazonas de carro ou se há praias em todos os cantos do Brasil. As perguntas passam a ser compreensíveis quando se entende que nem todos por aí têm a percepção sobre as proporções territoriais brasileiras, e como em um país, com área superior a 8,5 milhões de quilômetros quadrados, seja possível caber tanta diversidade cultural. A prova dessa pluralidade se sente ao desembarcar em locais como Blumenau, em Santa Catarina, cidade que se difere justamente por conferir às suas fronteiras um toque para lá de alemão, convidando turistas a uma espécie de iniciação europeia. A princípio, é impossível não ficar admirado com a arquitetura enxaimel predominante no entorno, levada às lojas, restaurantes e bares. O estilo decorativo que se tornou um dos principais cartões-postais da região, só não é maior do que a fama cervejeira dos blumenauenses.
INTERNA por dereckesanches
A pouco menos de 200 dias para a grande festa que congestiona as ruas do arredor do Parque Vila Germânica com turistas de todas as partes, interessados em beber e cantar as tradições alemãs, durante a Oktoberfest, – que este ano acontece entre os dias 3 e 20 de outubro – a cerveja se mantém como foco da maioria dos turistas que chegam aqui. E não poderia ser diferente, já que a festa, além de ser o segundo maior encontro cervejeiro do mundo, reflete uma das bases da cultura alemã, que traz intrínseco ao seu DNA os segredos da arte cervejeira. Não por a caso, Blumenau incluiu em seu cardápio turístico um roteiro que conduz os viajantes a uma série de endereços onde ainda são produzidas bebidas artesanais, como a Cervejaria Wunder Bier, especialista em chopes do tipo escuro (Schwarzbier) e primitivo (Larger Hell), que resulta da combinação de três variedades de lúpulos.

Ainda que você não seja um apreciador de cerveja, a dinâmica da cidade permite programações menos clichês que, ainda assim, levem ao conhecimento sobre a importância dos costumes alemães, sem que para isso seja necessário estar com um copo na mão, afinal, é à base de história que se entende o papel de Heinrich Feldmann Sênior, famoso cervejeiro da região. Na Vila Itoupava, há 22 quilômetros do centro de Blumenau, está o prédio da antiga Cervejaria Feldmann, fundada em 1898 e hoje transformada em Centro Cultural. Feldmann foi um dos precursores deste ramo e ainda hoje é celebrado no Museu da Cerveja, onde estão reunidos objetos, fotos e antigos equipamentos da fábrica que encerrou suas atividades em 1978. A vibração histórica não se perde no número 1194 da Rua Henrique Conrad, em Itoupava, já que é neste endereço, numa casa de medidas tímidas e cercas brancas, que funciona o restaurante Abendbrothaus, desde o início do século 20. Sumidade em gastronomia alemã, o lugar segue a tradição germânica e consagra ao paladar a oportunidade de se fartar com marreco recheado, purê de maçã, língua ensopada, repolho roxo, chucrute e salada de batatas.

De volta ao centro de Blumenau, na Rua XV de Novembro ou Wurtstrasse – a Rua da Linguiça – comércio e cultura andam juntos, principalmente, nos números 1526, 1404, 116/1122, 1050, 895, 801, 789, 667, 605 e 459 da via, onde estão prédios que evidenciam a arquitetura germânica em seu apogeu. Mesmo que você nunca tenha andado por esses arredores, certamente já os viu, já que anualmente o aniversário da cidade e desfiles da Oktoberfest são feitos aqui. E olhá-los pessoalmente deixa um gostinho alemão no momento. Para quem não quer ir embora sem levar para casa parte do tempero germânico, há 15 anos, num edifício dos anos 40, está abrigada a Feira de Artesanato, na qual são vendidos souvenires desenvolvidos por mais de 40 artesãos que, como ninguém, sabem como cultivar a beleza e o amor à colônia.

Roteiro Cervejeiro em Blumenau

Cervejaria Wunder Bier
Especialidade: chopes Hefe-Weizenbier (trigo), Schwarzbier (escuro) e Lager Hell.
Visitação fábrica: somente com agendamento.
Endereço: Rua Fritz Spernau, 155 – Fortaleza
www.wunderbier.com.br

Cervejaria Eisenbahn
Especialidade: 11 cervejas, entre elas a Lust, e os chopes Pale Ale de origem belga, Pilsen, de origem Tcheca e o Dunkel de origem alemã.
Endereço: Rua Bahia, 5181 – Salto Weissbach
www.eisenbahn.com.br

Cervejaria Bierland
Especialidade: chopes e cervejas Pilsen, Bock, Weisen e Pale Ale.
Visitação fábrica: somente com agendamento
Endereço: Rua Gustavo Zimmermann, 5361 – Itoupava Central
www.bierland.com.br

Museu da Cerveja
Especialidade: acervos da Cervejaria Feldmann e da Cervejaria Brahma
Endereço: Rua XV de Novembro, 160 – Praça Hercílio Luz
Visitação: segunda a sexta-feira das 9h às 18h; Sábados, domingos e feriados das 9h às 17h.
www.turismoblumenau.com.br

Para saber mais:
Prefeitura Municipal de Blumenau www.blumenau.sc.gov.br


Flávia Lelis, editora de conteúdo online e amante de viagens por natureza

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

comentários

INSTAGRAM
SiGA A GENTE
Translate »