We Luv Ny

Poucas localidades do mundo conseguem fazer com que ao longo do tempo, a curiosidade sobre seu território mantenha-se em projeção ascendente, atraindo turistas de todas as partes. Assim é o sempre cosmopolita Estado de Nova York. Em seu coração está aquela que é considerada o centro do planeta, a cidade de Nova York, endereço certo para vida cultural agitada, polos gastronômicos, para um dos maiores redutos de compra da Terra, sem contar as baladas, a vibe contemporânea, a beleza dos nova-iorquinos… Um dos pontos altos da Big Apple é a possibilidade de explorá-la sob diferentes óticas, como por exemplo, na Grand Central Terminal, inaugurada em 1903 com pinturas de Paul César Helleu, e responsável pela ligação de linhas de metrô e trem, e também por levar de leste a oeste de Manhattan. A grande estação inspirou uma das principais cenas do filme Madagascar, da Dreamworks, de 2005. Bem próximo, em um dos antigos galpões da estação, funciona o Michael Jordan’s Steak House, que como o próprio nome diz é o restaurante do ex-jogador de basquete Michael Jordan e tem como especialidade as carnes vermelhas grelhadas. Numa outra parte da cidade, o tom cinematográfico se mantém em frente ao Columbus Circle, uma estrutura rotatória construída em homenagem ao navegador Cristóvão Colombo, a partir da qual o monstro de marshmallow do filme Os Caça-Fantasmas, de 1984, começa a destruir toda Nova York.

Para quem está por aqui pela primeira ou centésima vez, é imprescindível checar quais são as emoções que são despertadas diante de alguns pontos turísticos clichês, mas sempre muito charmosos, como o Central Park, reconhecido como o verdadeiro coração da cidade americana. Ali, em mais de 340 hectares de pura natureza, turistas se misturam a cidadãos locais para curtirem cada metro do parque à moda nova-iorquina, o que implica desfrutar de corridas, banhos de sol, passeios de bicicleta ou simplesmente aproveitar o cenário onde o grande campo verde parece ser engolido pelos arranha-céus dos arredores. Com sorte, você ainda confere algum festival ou concerto ao ar livre da Orquestra Filarmônica de Nova York.
Ainda em Manhattan, uma caminhada pelo Battery Park antecipa a admiração que está por vir diante da Estátua da Liberdade, talvez um dos maiores símbolos deste território. Acessível por ferry boat, o monumento incrustado na Ilha da Liberdade é gigante em suas proporções – são mais de 90 metros de altura, somando a base e a estátua – e ainda mais suntuosa quanto à emoção que causa.

A sensação é semelhante no cruzamento entre a 5ª Avenida e a rua 34, onde está fincado o Empire State Building, famoso nas telonas por conta de produções como Taxi Driver, King Kong e Superman, e inesquecível para os diversos visitantes que se aventuraram até o 86º andar para apreciar a vista que se forma no topo do prédio, que já foi considerado o mais alto do mundo com 102 andares. Numa outra esfera, apesar do tempo, o Rockefeller Center ainda é a principal referência de luxo e poder na cidade, uma vez que concentra diferentes salas comerciais, restaurantes e os estúdios da rede de televisão NBC. Nada, porém, fica perfeito até uma longa caminhada pela Times Square, entre a Broadway e a 7ª Avenida, que se consagra talvez como a via mais movimentada de Nova York, palco para lojas, restaurantes, para a bolsa de valores, para os estúdios da MTV e da ABC, e claro, para uma das festas de réveillon mais monumentais do planeta. Se o seu tempo permitir, não embarque antes de conhecer o Madison Square Garden, o MoMA, o Museu Guggenheim

Batismo
No livro Minha Nova York (Pulp Edições), a apresentadora Didi Wagner lista aquilo que ela considera essencial quando se visita a cidade:

– Passear de pedalinho pelo Central Park
– Assistir a um jogo dos Knicks
– Comer hot dog nas carrocinhas das ruas
– Deliciar-se com vários pretzels
– Pegar táxi e escutar algumas grosserias do taxista
– Aproveitar todas as liquidações, como a Black Friday

Norte a Sul
Para fugir de filas, burburinhos em excesso e aproveitar um roteiro menos convencional, vale seguir para bairros como o Harlem, Chinatown, Little Italy, Lower East Side e o Chelsea. No caso das festas imperdíveis, inclua o Saint Patrck’s Day e o Thanksgiving.

Restaurant Year
Dizem que se você desejar comer em restaurante diferente todos os dias do ano, Nova York terá ótimas opções. Mas para não ficar perdido sobre qual sentido seguir, uma dica é consultar o site Urban Spoon que concentra dicas e críticas de especialistas e dos próprios clientes de restaurantes de todas as partes da cidade.

Raio-X
CIDADE: Nova York
MOEDA: dólar
IDIOMA: inglês
CLIMA: temperado continental

Para saber mais:
Guia Oficial de Nova York www.nycgo.com
Urban Spoon www.urbanspoon.com

Ilustração: Summer


Flávia Lelis, editora de conteúdo online e amante de viagens por natureza

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

comentários

INSTAGRAM
SiGA A GENTE
Translate »