VOCÊ ESTÁ LENDO

Queijo com chocolate

Queijo com chocolate

Ninguém sabe precisar a verdadeira origem do queijo, uns dizem ser uma iguaria de criação de árabes, outros de egípcios, enquanto também existem os que juram que o nascimento da receita teria acontecido em terras suíças, o que de certa forma ficaria fácil de acreditar, afinal, não por acaso em todo o território da Suíça são produzidas nada menos do que 450 variedades de queijo, o que faz com que o produto ocupe uma posição de destaque ao lado de estrelas nacionais como os relógios da Patek Philippe e dos vinhos de uvas Chasselas.

Atualmente, o emmental, o gruyère e o sbrinz residem como os preferidos tanto da população local, que consome individualmente cerca de 20 kg por ano, quanto dos milhares de consumidores de paladar exigente que buscam os melhores restaurantes do mundo para se fartarem de pratos à base dos verdadeiros queijos suíços, que têm como peculiaridades a maciez, os furinhos e as variações de sabores. No entanto, ao invés de percorrer o planeta em busca destas delícias amarelas, é mais garantido ir direto a fonte, combinando os prazeres de um roteiro gourmet com uma viagem pelos arredores bucólicos de algumas cidades como Affoltern, que em suas pequenas proporções agrega a fábrica Emmental Show Dairy, onde o mais divertido é acompanhar todo o processo de produção do emmental – desde a ordenha da vaca -, bem como, provar o resultado final. O local é a principal atração da região, que oportunamente é chamada de Cheese Village (Vila de Queijo), uma vez que desde o século 13 a área é tomada de produtores de queijo.

PRAZERES TENTADORES
Já os melhores sabores do furadinho gruyère são testados nos arredores da La Maison Du Gruyère, localizada em Pringy, cerca de 30 quilômetros de Genebra, que revela em visita guiada, das 9h às 14h30, os detalhes da “celebridade” da casa, o Le Gruyère AOC. Na caminhada, pausa para sentir o cheiro do campo onde as vacas pastam e tocar os instrumentos e ingredientes do queijo, e claro, finalizar o trajeto provando o AOC nos estágios leve, semi-salgado e salgado. No clima de passeio pelo campo, as paisagens camponesas da singela Airolo e os primores naturais das montanhas que rodeiam Bernese Jura poderiam ser suficientes para temperar a road trip, mas como o que é bom pode ficar melhor, na primeira região você se deleita na Queijaria Gotardo, enquanto que na segunda, adentre as instalações da Abadia de Ballelay, local em que se situa a Queijaria Tête de Moine, cenário para a produção Tête de Moine, queijo caracterizado pelo uso de leite fresco de vacas criadas com alimento natural, sem qualquer tipo de ração.

Antes de partir para o próximo paraíso do queijo, lembre-se como a vida necessita ser diariamente adoçada, e quando se está em Broc, ela ganha doçura graças ao Cailler, considerado o melhor chocolate do mundo, e atualmente, uma dos itens luxuosos concebidos na Fábrica da Nestlé local. Na cidade de pouco mais de dois mil habitantes a Nestlé também instalou o The Chocolate Centre of Excellence formado por especialistas na arte de desenvolver chocolates tipo Premium. Na fábrica por onde anualmente passam aproximadamente 65 mil pessoas os olhos se distraem com a variedade de bombons, barras e confeitos dos mais nobres chocolates. Ao lado do Callier estão também no topo da lista das melhores produtoras a Maestrani, em Flawil, a Alprose, em Caslano-Lugano e a Chocolat Frey, em Buchs, cada uma delas com programação especial para cada um de seus visitantes. É só chegar e experimentar absolutamente tudo que te oferecerem, com a garantia de uns quilinhos a mais.

Que tal Raclette?
Raclette é o nome de um queijo produzido na região de Valais, e também o título de uma deliciosa receita à base de queijo e batatas. Para levar um pouco da Suíça para a sua casa, anote os ingredientes:
– gruyére, emmental, maasdam, estepe, gouda e mussarela cortados em pedaços grossos
– batatas inteiras cozidas com casca
Aqueça as fatias de queijo em uma racleteira e sirva-se junto com a batata. Pode acompanhar o prato, mostarda, alcaparras, maçãs, salames, picles, etc.

Para saber mais:
Emmental Show Dairy www.showdairy.ch
La Maison Du Gruyère www.lamaisondugruyere.ch
Queijaria Tête de Moine www.tetedemoine.ch
Cailler www.cailler.ch
Maestrani www.maestrani.ch
Chocolat Frey www.chocolatfrey.ch
Alprose www.alprose.ch


Flávia Lelis, editora de conteúdo online e amante de viagens por natureza

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

comentários

INSTAGRAM
SiGA A GENTE
Translate »
>