Axé

Parece fácil, mas uma das tarefas mais desafiadoras é escrever sobre um destino consagrado, que já se encontra consolidado entre os turistas. E o que fazer quando a escolhida é a cidade de Salvador, na Bahia? Uma das capitais mais aclamadas em todo o Brasil, a região se tornou amada entre os viajantes internacionais que desembarcam interessados em viver tanto as experiências mais clichês, como ter fitas de Nosso Senhor do Bonfim amarradas ao pulso, quanto momentos mais particulares, como observar a Baía de Todos os Santos a partir do monumento Cruz Caída, de Mario Cravo, na Sé de Salvador.
axe 1
As baianas em pinturas vendidas no Mercado Modelo

Ainda que populares, esses arredores merecem ser desbravados à moda tradicional, independente de esta ser a sua primeira o centésima visita, afinal, como dispensar o prazer de colocar os pés nas ruas de paralelepípedos do Pelourinho, praticamente o coração baiano e símbolo da expansão urbanística da cidade entre os séculos 17 e 18? Não dispense. A segurança é uma das principais preocupações nesta região, portanto, escolha fazer suas compras ao longo do dia e não se esqueça de contemplar a Igreja de Nossa Senhora dos Rosários dos Pretos, no Largo do Pelourinho, e a série de casarões que representam os tempos áureos da cana de açúcar, hoje traduzidos na forma do Museu Tempostal, da Fundação Casa de Jorge Amado, do Museu Abelardo Rodrigues, do Museu da Cidade e do Museu das Portas do Carmo.
axe2
Vista a partir do Elevador Lacerda

No ritmo das estrelas turísticas daqui, o roteiro naturalmente segue para as alturas do Elevador Lacerda, construção do século 19, responsável por ligar a Cidade Alta à Cidade Baixa. Na descida, em menos de um minuto, quando as portas se abrem, um novo universo é revelado, com cenas do cotidiano embaladas pelo movimento de ir e vir das pessoas ao Mercado Modelo, lugar para se encontrar de tudo um pouco. Quadros, souvenires, cachaças, pimentas, farinhas, tapetes, camisetas, colares, bordados, doces e muitos vendedores compõem cada metro quadrado do Mercado, oficialmente formado por 250 boxes. Dona de um acordo de fidelidade com o sol, Salvador parece mais brilhante a partir do Farol da Barra, aliás, local ideal para um belo por do sol e para você começar a pensar sobre as possibilidades da noite baiana. E se cabem mais sugestões, aproveite o charme e a badalação no bairro Rio Vermelho e de preferência cometa todos os pecados saboreando moquecas, caruru, bobó, vatapá…

6 Curiosidades sobre Salvador
A cidade de Salvador foi capital do Brasil por mais de 200 anos

Dia 25 de novembro é o Dia da Baiana

Durante o Carnaval, o Pelourinho é tomado por fanfarras e afoxés

Salvador foi fundada dia 29 de março de 1549 por Tomé de Souza

Forte de Nossa Senhora de Monte Serrat é uma das construções mais bonitas do Brasil

No dia 2 de fevereiro a cidade para em celebrações a Iemanjá


Flávia Lelis, editora de conteúdo online e amante de viagens por natureza

Deixe um comentário

comentários

INSTAGRAM
SiGA A GENTE
Translate »