VOCÊ ESTÁ LENDO

Há 520 anos, potencial turístico do Brasil era des...

Há 520 anos, potencial turístico do Brasil era descoberto

Em 22 de abril de 1500, o capitão-mor Pedro Álvares Cabral desembarcava em terras desconhecidas que seriam chamadas, mais tarde, de Brasil. As caravelas portuguesas, que tinham como destino a Índia, chegaram na Costa do Descobrimento, como passou a ser conhecida a região no sul da Bahia. A área compreende os municípios de Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália e Belmonte. Pode-se dizer que, a partir dali, o potencial turístico do Brasil foi descoberto. Mas quais os principais atrativos daquela importante área do território brasileiro?

Em sua carta ao então rei de Portugal, D. Manuel, Pero Vaz de Caminha registrou as impressões da nova terra. É o primeiro documento escrito da história do Brasil e o primeiro parecer sobre as belezas de nosso país. Ele escreveu:

“Neste dia, a horas de véspera, houvemos vista de terra! Primeiramente dum grande monte, mui alto e redondo; e doutras serras mais baixas ao sul dele. E de terra chã, com grandes arvoredos: ao monte alto, o capitão pôs nome – o Monte Pascoal -, e à terra, a Terra da Vera Cruz”.

potencial-turistico-brasil

Réplica da Nau Capitânia no Memorial da Epopeia do Descobrimento, em Porto Seguro. (Foto: Márcio Filho/MTur)

Potencial turístico nas terras do descobrimento

A Costa do Descobrimento tem grande diversidade de paisagens e é um grande atrativo para turistas que buscam praias, rios, manguezais preservados e o ambiente ideal para prática de esportes náuticos. A cidade de Porto Seguro oferece ao visitante uma rica gastronomia, belo artesanato e uma viagem à origem do país. Tudo isso pode ser melhor compreendido por meio de um passeio à Cidade Histórica, com destaque para o Marco do Descobrimento, trazido de Portugal junto com as caravelas da frota de Pedro Álvares Cabral. Para quem busca praias paradisíacas, alguns distritos de Porto Seguro, localizados a poucos quilômetros de distância, são de tirar o fôlego.

Porto Seguro também sedia o Memorial da Epopeia do Descobrimento, que homenageia a época da chegada dos portugueses. Lá é possível ver uma réplica em tamanho real da Nau Capitânia, uma das embarcações que trouxeram os portugueses ao Brasil. Os visitantes também terão contato com um jardim botânico, esculturas e placas informativas e exposições, além da vista da cidade. O objetivo do Memorial é divulgar os fatos históricos que contribuíram para a formação da nossa civilização. Além disso, eles também provocam o interesse e sobre as nossas raízes.

Nos arredores de Salvador

O município de Santa Cruz Cabrália fica a 741 km de Salvador. Conforme uma tradição portuguesa, a cidade foi construída em dois planos em 1535. O Centro Histórico de Cabrália é um dos pontos mais procurados por turistas de todo o mundo. Prédios antigos são destaque, como a Igreja de Nossa Senhora da Conceição (do início do século XVII) e a Casa de Câmara e Cadeia (do final do século XVI e que hoje abriga o Arquivo Público Municipal). O ponto alto é a Coroa Vermelha, local onde foi celebrada a primeira missa brasileira e que empresta seu nome a uma Área de Proteção Ambiental.

Já Belmonte foi batizada em homenagem à cidade natal de Pedro Álvares Cabral. Distante 695 km da capital Salvador, o município abriga vários casarões coloniais, e no centro da cidade uma das atrações é o farol Belmonte, construído pela mesma empresa que ergueu a Torre Eiffel, em Paris. Um dos pontos turísticos da cidade é a Praia da Barra, cercada de mata nativa e coqueiros. Outro ponto a se visitar é a Praia de Belmonte, considerada a mais movimentada da cidade. Ainda é possível conferir as belezas de praias como Mugiguiçaba, Mangue Alto e do rio Jequitinhonha.

Monte Pascoal

O Monte Pascoal foi o primeiro ponto avistado e relatado por Pero Vaz de Caminha em sua carta. O local, próximo ao município de Itamaraju, a 60 quilômetros de Porto Seguro, recebeu este nome por ter sido visto na época de Páscoa do ano de 1500. Desde cedo ele se tornou um potencial turístico para o Brasil. Mas em 29 de novembro de 1961, foi oficialmente criado o Parque Nacional do Monte Pascoal. A unidade possui 22.500 hectares e é coberta por Mata Atlântica. Do cume do Monte, é possível avistar de um lado o mar e, do outro, a Serra do Itamaraju.

Com fauna e flora diversificadas, o parque possui uma trilha para o Monte Pascoal, e o centro de visitantes do local conta parte da história do descobrimento do Brasil. Em tempos normais, o parque é aberto à visitação todos os dias da semana, das 7h às 18. A cidade mais próxima é Itamaraju, a 30 quilômetros da unidade. Outra opção é Caraíva, que fica a 20 minutos de barco. A vila, que se localiza no encontro entre rio e mar, possui diversas casas coloridas e dá acesso a praias desertas, entre outros atrativos.

Redescobrimento do potencial turístico do Nordeste

Como as visitações a muitas atrações turísticas foram afetadas pela pandemia de coronavírus em 2020, o Ministério do Turismo adotou uma série e ações e campanhas para que esse potencial do Brasil seja redescoberto após esse momento.  A Pasta desenvolve, por exemplo, a campanha ‘Não cancele, remarque!’, que incentiva o adiamento de viagens, pacotes e eventos culturais contratados, a fim de reforçar a manutenção de negócios e postos de trabalho na área.

O MTur também facilitou empréstimos do Fundo Geral de Turismo (Fungetur), além de ter agilizado a destinação de R$ 381 milhões a novos financiamentos. Em conjunto com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, o órgão elaborou ainda Medida Provisória que regula cancelamentos e remarcações nos ramos turístico e cultural. Outra MP sugerida pela Pasta permite a empresas flexibilizar salários e jornadas, mediante o pagamento de seguro-desemprego e FGTS.


Deixe um comentário

comentários

INSTAGRAM
SiGA A GENTE
Translate »