VOCÊ ESTÁ LENDO

Seychelles: um arquipélago de muitos amores

Seychelles: um arquipélago de muitos amores

Ela entrou oficialmente para a top list de muitos viajantes depois de servir como pano de fundo para a lua de mel daquele que era o casal mais queridinho do momento: Kate e William. Depois da visita da realeza britânica, o arquipélago de Seychelles entrou definitivamente para o mapa turístico, tornando-se uma referência para quem deseja desfrutar de locais paradisíacos, com clima agradável e aquelas belas praias de azul intenso. Aliás, esse é um dos principais cartões de visita local, uma vez que achar a praia mais bonita do mundo – a cada cinco minutos – é tarefa fácil e diária.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Entre os destinos que merecem uma parada estratégica para renovar o bronze e para apreciar a paisagem estão Mahé, La Digue e Praslin. Acessíveis via avião ou balsas, essas localidades se tornaram especialistas em surpreender. A única dificuldade é escolher por onde começar, já que somente em Mahé, uma ilha de 28 quilômetros de extensão, existem 65 praias. É aqui que está concentrada quase 90% da população seychellois, e desta forma, o turista amplia sua estadia com o contato com o povo e as etnias locais, bem como, com as atrações naturais. Ainda que a dúvida paire no ar, é obrigatória a visita a dois pontos em especial: as praias Beau Vallon e Anse Forbans. Em ambas paradas, o turistas se deparam com flora intocada e o mar mais inesquecível do mundo. Se ficar num só lugar não faz seu estilo, um voo de aproximadamente 40 minutos leva até a ilha de Desroches, que mescla areia branca e mar azul em 14 quilômetros de extensão.
sey d

Numa sequência de grandiosidades, Praslin surge como a segunda maior ilha de Seychelles, ao concentrar 37 quilômetros quadrados, e ser a segunda região mais populosa. Uma das sugestões para o turista, é alugar um carro e descobrir as belezas naturais de maneira intimista, com você ditando o próprio tempo. Além das praias de Anse Lazio e Anse Georgette, Praslin é um destino para se relacionar com tesouros. Como assim? Aqui há um aquário de ostras, lojas de pérolas, pássaros raros – caso do papagaio preto – e o Valée de Mai, um patrimônio da Unesco que acolhe seis espécies de palmeiras existentes somente em Seychelles.

s

As pedras de granito são famosas em La Digue, contudo, os olhos não cansam de ver cada detalhe de Anse Source d’Argent, considerada uma das praias mais famosas de todo o arquipélago. Além da beleza que rende elogios constantes, a ilha se distingue pela tranquilidade do seu entorno, e pelo clima bucólico que inclui alguns carros de boi. Seguindo a tradição seychellois, há sempre outras incríveis descobertas a pouca distância. Desta forma, uma vez aqui, uma trilha de aproximadamente 30 minutos leva às praias de Grand Anse, Petit Anse e Anse Coco. Os amantes do mergulho podem se encontrar em fica Île Cocos, um parque marinho espetacular para mergulho e snorkelling.
Como dito no início do texto, a questão mais difícil é decidir por onde se apaixonar primeiro.

Para saber mais:
http://visiteseychelles.com/site

Fotos: Angel Fish, Lisa Lesperance, lucbarre, Valerie Hukalo


Flávia Lelis, editora de conteúdo online e amante de viagens por natureza

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

comentários

INSTAGRAM
SiGA A GENTE
Translate »