VOCÊ ESTÁ LENDO

Gràcia Bar: a esquina mais espanhola de São Paulo...

Gràcia Bar: a esquina mais espanhola de São Paulo

A noite cai, as luzes se acendem em todas as direções. O que parece ser apenas mais uma sexta-feira na animada e sempre vibrante capital paulista, muda de figura ali na esquina da rua Coropés. Num prédio de medidas despretensiosas, a vida ganha ânimo, pessoas bonitas circulam de um lado para outro. Enquanto ali, numa espécie de praça-calçada ou calçada-praça, outras tantas curtem a temperatura amena que conspira para uma noite recheada de boas risadas. O que poderia ser uma cena clichê da vida noturna paulista ganha novos contornos no primeiro passo no interior do Gràcia Bar. Aqui nada é por acaso.
Ambiente_Gràcia Bar (4)
O prédio do Gràcia na esquina da Coropés 

Inspirado em Gràcia, bairro espanhol localizado nos arredores de Barcelona, o bar é fruto das inúmeras viagens dos sócios – amigos e empresários – Claudio Loureiro Nunes, Pedro Pagnozzi e Rafael Limonta. Na verdade, após três verões no destino espanhol, o amor aconteceu. Mas não um amor de verão, perdido depois do último pôr do sol. Inaugurado em 2010 e comandado pelo Grupo Bar, o bar é um casamento – bem sucedido. Se o Gràcia original é famoso pelo clima badalado e o boêmio, o paulistano não fica atrás, e a cada noite convida habitués e novatos para uma sangria na esquina mais espanhola de São Paulo.

A experiência com sotaque espanhol se completa à mesa, com seleção de paella e os tapa burgers, batata rústica, e claro, uma deliciosa sangria. A única questão é escolher entre as 23 opções. Contudo, se você é do tipo indeciso, assuma isso como aquele toque do destino, que te obrigará a passar por lá até provar todas opções e encontrar a sua favorita. A editora de conteúdo online da BTN passou por lá, e também recomenda o filé mignon com amêndoas em lascas, o atendimento do garçom Cristian e a caipirinha de blueberry. Se você já está salivando, curta essa entrevista com o Claudio Loureiro Nunes que aproveita para sugerir um roteiro por Barcelona.
Sangria Passeig de Gràcia
Para acompanhar todos os pratos, a melhor dica é uma sangria

Por que a viagem à Barcelona marcou tanto a ponto de motivar a abertura do bar?
Passamos três verões seguidos em Barcelona. A atmosfera, as varandas, as tapas e sangrias nos apresentaram um ambiente com o qual acreditamos que o público brasileiro se identificaria, algo que não existia aqui em São Paulo até então. Foram ótimas experiências que marcaram nossa vida e gostaríamos de passar um pouco disso para as pessoas.

A origem do Gràcia está diretamente ligada a um bairro de Barcelona. Qual a essência daquele lugar que vocês transferiram para cá?
Gràcia é um bairro conhecido por ser um reduto de artistas, boêmio por natureza. Fica fora dos grandes centros turísticos da cidade e resguarda a identidade do povo catalão.
Tapas - Brie com Mel
A sugestão de tapas com brie e mel

Com a luz baixa nem sempre é possível reparar, mas todos os elementos de decoração são típicos do destino espanhol? Quais são os detalhes que mais te agradam?
As padronagens na parede são bem típicas de lá, mas tivemos que recriar graficamente aqui por conta da dificuldade de importação dos azulejos. A casa também tem outros itens típicos da Catalunha como o burrinho (super simpático, que virou nosso mascote) e elementos no piso relembrando o mestre Gaudi.

O menu faz uma mescla interessante entre sabores espanhóis e internacionais. O que você sugere ao visitante Gràcia de primeira viagem?
Com certeza a batata brava, a melhor da cidade em minha opinião. Para beber, sugerimos umas das nossas 23 receitas de sangria.
Sangria Saint Marti
Sangria Saint Marti

E entre o menu de drinks e o cardápio qual seria a sua combinação predileta?
Mix de tapas e uma sangria de vinho rose! Mistura incrível de sabores com uma sangria de identidade mais forte, porém refrescante!

E em Barcelona, quais são as suas indicações? O que não pode faltar numa viagem por lá?
O centro e o bairro gótico para entender as origens da cidade antes de conhecer os principais pontos turísticos. Lá está a sede do governo catalão, um povo que guarda sua identidade própria, placas no idioma deles (além do espanhol castelhano). De lá, sair para ver as principais obras de Gaudi (Parque Guell e Igreja da Sagrada Família). Barceloneta para mim é o ponto alto do verão, repleta de turistas de bem com a vida, cheio de gente bonita e interessante! Não podemos esquecer de todo legado que as Olimpíadas deixaram para cidade, é possível ver como isso impactou no turismo ao longo dos anos e vale a pena visitar o antigo porto agora revitalizado. Guarde um tempo e energia para sair à noite, pois isso realmente foi o que nos encantou! Baladas incríveis!
Tapas - Tomate Pesto e Parmesão
Tapas com tomate seco, pesto e parmesão

De que maneira vocês buscam se reinventar a fim de que os novos e os antigos clientes mantenham-se fiéis?
O Gràcia não para, sempre com atrações novas, cardápios dinâmicos que se renovam constantemente e acima de tudo nosso atendimento que se mantém desde a abertura, bastante próximo ao cliente!

SERVIÇO
Endereço: Rua Coropés, 87 – Pinheiros, São Paulo
Telefone: (11) 3034 1481
Horário de funcionamento:
– De terça a sexta, das 18h até o último cliente
– Sábados e domingos, das 12h até o último cliente
Capacidade: 300 pessoas
Valet: R$ 25,00

Para saber mais:
www.graciabar.com.br

 


Flávia Lelis, editora de conteúdo online e amante de viagens por natureza

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

comentários

INSTAGRAM
SiGA A GENTE
Translate »