VOCÊ ESTÁ LENDO

8 dicas para aproveitar em Israel

8 dicas para aproveitar em Israel

Um dos destinos mais intrigantes do turismo mundial, Israel, no Oriente Médio, é um dos locais prediletos de Stephen Kaufer, CEO do TripAdvisor, que desenvolveu uma lista super especial para que a sua próxima ao destino seja repleta de grandes surpresas. Antecipando-se às dúvidas mais comuns dos viajantes, Kaufer se inspira nos primórdios do maior site de viagens do mundo, para criar um roteiro detalhado para diferentes perfis com dicas de atrações, hotéis, restaurantes….

1.Para deixar tudo para trás, eu vou… Visitar o Muro das Lamentações ou Kotel. Você está olhando para algo histórico verdadeiramente antigo. Isso é tudo o que sobrou das muralhas que rodeavam a construção do Templo de Herodes (é na verdade o segundo templo em Jerusalém). O templo levou 48 anos para ser construído e foi destruído 6 anos mais tarde. O primeiro foi construído pelo Rei Salomão, e então reconstruído por Miquéias e Naum, e o segundo foi construído por Herodes, o Grande. Os judeus rezam no Muro das Lamentações porque é o lugar mais próximo que os judeus podem rezar atualmente de onde se acredita que o Santo dos Santos, no Monte do Templo (o local mais sagrado no Judaísmo), se situava. É um costume escrever orações em pequenos pedaços de papel e colar estas mensagens nas rachaduras na parede.

2.Meu lugar preferido para ficar é… O Arthur Hotel Jerusalem é um dos favoritos dos viajantes do TripAdvisor. Ele está localizado em Ben Yehuda e não tem nenhum tráfego por perto. Os funcionários são atenciosos e extremamente prestativos. A localização, no centro de um bairro vibrante, com lojas e restaurantes e a apenas a cerca de quinze minutos andando da cidade velha, é ótima.

3.Minha comida típica preferida… A comida israelita é deliciosa. Desde o falafel, até as folhas de videira recheadas, o homus, a sopa de lentilha, o Peixe de São Pedro ou o schnitzel turco, você vai descobrir que você jamais vai errar nas suas opções de refeição.
israel ind

4.Meu restaurante local favorito para uma refeição deliciosa é… o Machneyuda, que agora é o restaurante nº 1 em Jerusalém. Os funcionários são muito prestativos, a atmosfera é festiva e a comida é muito inventiva. A fusão de sabores mediterrânicos, europeus e do oriente médio é habilmente executada. Eu também recomendaria o Chakra. Peça o “menu do Chef”. O Chef vai ficar mandando pratos até que você diga a ele para parar… tudo isso é fantástico! Este lugar é muito popular. Ele fica muito cheio, então aconselhamos que façam reservas.

5.Uma atração imperdível é… O lugar mais importante pra visitar em Jerusalém é o Memorial do Holocausto Yad Vashem. O memorial e museu nacional do Holocausto é um campo de 45 hectares que inclui museus interiores, monumento a céu aberto, memoriais, jardins, esculturas e centros de pesquisa e educacionais de classe mundial. É uma experiência muito emocionante e você não deve perder.

6.Para fazer compras vá para… O Mercado de Mahane Yehuda oferece alimentos ótimos e frescos (os nossos viajantes no TripAdvisor sugerem que você vá para pegar um chalá na quinta-feira ou sexta-feira de manhã, mas que você vá cedo, antes da hora do rush de Shabat), uma série de barracas para divertidas lembranças, alguns bons lugares para comer falafel e homus e um lugar para jogar sheshbes (também conhecido como Gamão), enquanto bebe chá persa com seus companheiros ou outros clientes. Este é um lugar básico de Jerusalém e as pessoas que vão apenas para assistir terão uma grande manhã ou tarde garantida.O Shopping Mamilla Mall, originalmente construído e reconstruído pelos turcos, é cheio de lojas, cafés e restaurantes. Além disso, se você passear na Cidade Velha de Jerusalém você vai tropeçar em muitos dos inúmeros Souks que parecem não ter limites. A partir do mapa você poderá encontra o Souk el-Dabbagha, o Souk Khan al-Zeit, e um Souk central começando na esquina da St Mark’s Road com a Khabad Street. Além disso, logo ao lado da cidade velha existe um vibrante mercado local, vale a pena a visita para um café.
israel in

7.Uma curiosidade… Peregrinos religiosos têm viajado para Jerusalém por séculos, no entanto, você não tem que compartilhar disso a fim de apreciar o profundo significado histórico e cultural desta cidade. Planeje visitar os principais pontos turísticos, mas também deixe bastante tempo para andar pelas ruas e simplesmente mergulhe na vida diária de um lugar tão antigo e venerado.

8.O melhor meio de transporte lá é… Você será surpreendido ao ver como é fácil andar em Jerusalém e que as distâncias não são longas. O novo sistema de metrô da cidade liga-se facilmente a locais como o Monte Herzl e o Museu de Herzl, o Yad Vashem, o mercado, a cidade velha, etc. Os táxis são relativamente baratos e você pode simplesmente pegar um na rua. Sempre fale para o taxista usar o taxímetro, as gorjetas não são necessárias. Os ônibus são frequentes e abundantes, mas com o metrô e dependendo de onde você estiver hospedado, você pode ou pode não precisar usá-los. Não há nenhum transporte público a partir de sexta-feira à tarde até sábado à noite. O único meio de transporte além de caminhar, neste período, é o táxi. A opção mais barata é usar um sherut (táxis compartilhados).

Fotos: amira_a, Anne e RonAlmog

logo trip
Site de planejamento e reservas de viagens


Flávia Lelis, editora de conteúdo online e amante de viagens por natureza

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

comentários

INSTAGRAM
SiGA A GENTE
Translate »
>