VOCÊ ESTÁ LENDO

3 cidades peruanas para passear e comer bem

3 cidades peruanas para passear e comer bem

Todos os caminhos apontam para Cusco, berço para um dos mais impressionantes monumentos da cultura inca, a bela Machu Pichu. Explorada em todos os ângulos ao longo de décadas, a região esgotou seu baú de descobertas. E o que o Peru pode reservar ao viajante que já pisou em Cusco? Para quem tem esse mesmo questionamento, a resposta guarda ótimas surpresas, uma vez que o território peruano busca se reinventar, com paisagens diversificadas, gastronomia de excelência e hotelaria de luxo. Basta abrir os olhos para as cidades de múltiplas facetas, com cultura apaixonante e atrações que vão além de incas, ceviches e ponchos. Para mostrar essa diversidade, experimente três cidades peruanas que buscam tornar-se a sua próxima escolha de viagem.

Arequipa
Em Arequipa não faltam atrações interessantes aos olhos, a começar por sua paisagem que agrega vulcões – como o Colca e Misti – e pedras brancas de origem vulcânica que espalham por todo o entorno. E se há espaço para formações rochosas que extrapolam alturas, Arequipa é democrática e abre espaço os cânions mais profundos do planeta: Cotahuasi e Colca Canyon. Na caminhada pela cidade, vale a pena conhecer a Catedral de Arequipa, erguida no século 17 com silhar (pedra de origem vulcânica), em estilo neoclássico. Para além da Plaza de Armas, o turista também pode se encantar com o Monastério de Santa Catarina, cidadela amuralhada erguida em 1580 para servir de clausura absoluta para religiosas, filhas das famílias mais distintas da cidade.
Experimente: Solterito (salada de queijo fresco, favas, cebola, azeitona, tomate e rocoto), Pebre (Sopa com carne de cordeiro, bovina, carne seca de carneiro) e Chupe de Camarões (sopa de camarões com leite, ovos e huacatay).

Lima
A capital do país caminha para se tornar a preferida entre os viajantes, compondo sua base com hotéis de padrão internacional, gastronomia premiada e experiências de luxo, a fim de que um público mais requintado visite a região. Contudo, os traços de modernidade e sofisticação, não eliminam as características coloniais marcantes deste território, caso dos templo, casarões e conventos presentes nas ruas de Lima. Na caminhada pela cidade, vale visitar a Casa de la Gastronomia, um museu que revela 500 anos de história que evidenciam a evolução gastronômica da região, e as contribuições que diferentes culturas trouxeram para a cozinha peruana. Satisfeito de sabores, no dia 31 de outubro, os turistas podem curtir o Dia da Canção Crioula, uma forma tradicional de recuperar a importância da música crioula peruana, em shows e festas populares.
Experimente: Causa rellena (massa de batata amarela temperada com pimenta ají moída, recheada com atum ou frango), Escabeche (peixe ou frango marinado com vinagre e abafado na panela com muita cebola) e Mexilhões à moda de Callao (mexilhões acebolados com uma pitada de pimenta ají e temperados com suco de limão).

Piura
Se você nunca esteve em Piura, certamente você perdeu a chance de curtir uma vibração positiva típica das regiões litorâneas. Não por acaso ela é chamada de terra do verão eterno. Queridinha dos surfistas, a cidade oferece as melhores praias para a prática do esporte, e ainda tem uma paisagem deslumbrante. Entre as praias destaque para Máncora, Colán, Los Órganos, Vichayito e Cabo Blanco (onde o escritor Ernest Hemingway se hospedou) e Lobitos. E mesmo que você não curta areai sob os pés, Piura tem outras atrações cativantes, a exemplo de Chulucanas, um povoado de artesãos. Fundada em 1588, a Catedral de Piura é desenhada com ouro e charme.
Experimente: Triturado de mandioca com torresmo (mandioca cozida e triturada com pimenta ají e acompanhada de torresmo e Chifles (bananas fritas em flocos).

Para saber mais:
www.peru.travel


Flávia Lelis, editora de conteúdo online e amante de viagens por natureza

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

comentários

INSTAGRAM
SiGA A GENTE
Translate »