VOCÊ ESTÁ LENDO

Museu sem multidões: Instituto Giacometti reabre e...

Museu sem multidões: Instituto Giacometti reabre em Paris

O Instituto Giacometti, museu localizado em Paris e dedicado ao trabalho do escultor Alberto Giacometti, foi reaberto ao público nesta última sexta-feira (15.05). Este é um dos primeiros centros de arte a testar uma retomada das atividades depois que a França flexibilizou o ‘lockdown’ (bloqueio mais restrito) causado pelo coronavírus.

O espaço está permitindo a entrada de dez pessoas a cada 20 minutos e trabalhando apenas sob reserva. As novas diretrizes do Instituto Giacometti incluem filas espaçadas e horários de funcionamento mais curtos.

Os principais museus de Paris, que cobrem espaços mais amplos na cidade, como o Louvre, ainda estão obrigados a manter suas portas fechadas. Por enquanto, os amantes da arte ficaram felizes em contemplar a coleção depois que a França começou a encerrar sua paralisação de oito semanas na segunda-feira.

O museu fica localizado em um edifício do estilo art déco de 350 metros quadrados no distrito de Montparnasse, em Paris. A instituição adotou novos guias de áudio e disponibilizou álcool em gel para as mãos a fim de tentar fazer com que os visitantes se sintam seguros e aproveitem a experiência da mesma forma.

Entrevistados por diversos veículos que acompanharam a reabertura do museu, os visitantes disseram que estavam sentindo falta de frequentar esse tipo de espaço. Laurent Koch, funcionária da área de finanças, foi um dos primeiros visitantes do Instituto na última sexta. Ele disse que os espaços que mais frequenta fora do trabalho são os museus. Durante esses meses, sentia muita falta de passar o tempo nesses espaços.

O Instituto Giacometti anunciou que permitirá a entrada de 180 pessoas por dia, quantidade três vezes menor do que a normal.

Enquanto os museus não reabrem, existem várias opções online ou com um conteúdo bem curioso para se visitar durante a quarentena.

museu-sem-multidoes-instituto-giacometti-reabre-em-paris-01


Deixe um comentário

comentários

INSTAGRAM
SiGA A GENTE
Translate »