VOCÊ ESTÁ LENDO

Alugue um apartamento em Florença

Alugue um apartamento em Florença

O Mercato Centrale Firenze, na capital da Toscana, pode até não estar no topo do seu roteiro. Não vou te culpar, tamanha a quantidade de atrativos de Florença, ele também nunca figurou no meu pódio também. No entanto, aos 45 do segundo tempo da minha última visita à cidade – antes de pegar o trem rumo a Veneza –, deixei as malas no hotel, fiz o check-out e apressadamente percorri as ruelas históricas de Florença. No caminho, nos arredores do mercado, já me deparo com barraquinhas na rua, que posteriormente fiquei sabendo ser o Mercato di San Lorenzo, e é aí onde você vai poder comprar uns artigos em couro. Minha dica amiga para essa etapa do passeio: pechinche.
BTN14_RaphaAretakis (1 de 4)
Variedade de ingredientes é um dos pontos altos do Mercato

Chegando ao prédio do Mercado Central propriamente dito, fui quase que por completo tomada por um arrependimento sem igual. Queria muito ter alugado um apartamento na cidade só para ter uma cozinha para chamar de minha e fazer desse mercado um passeio diário.

BTN14_RaphaAretakis (3 de 4)
Fiquei maravilhada com as opções de queijos, pães e salames 

A partir daqui eu já acho, inclusive, que você, se for fã da boa mesa (e manja dos paranauê), pode repensar a sua hospedagem na cidade. Nada paga o ritual de entrar num mercado e selecionar os melhores produtos para elaborar um refeição. Se esse ritual é na Toscana, então, tem tudo para ser inesquecível. O Mercato Centrale colabora para isso, tudo disposto de forma organizada, vinhos Chianti – típicos da região –, azeites, pães, queijos, tomates, presuntos, temperos, carnes e um milhão de possibilidades gastronômicas a cada corredor. Aromas e cores enchem os pulmões e a vista, para mim, fanática por mercados e afins, foi tão impactante quanto ver o Davi, de Michelangelo.
BTN14_RaphaAretakis (4 de 4)
Vinho típico: Chanti Classico à venda no Mercato

Ah, se arrependimento matasse! Eu não estaria aqui para escrever essa coluna. Mas fico feliz que o meu erro vai ser tornar o seu acerto. Por fim, eu também deveria ter adicionado mais um par de dias a minha visita. Sem dúvidas, Florença não combina com pressa. Aliás, a Itália é para ser apreciada devagar como um bom vinho, respeitando os sentidos e se deixando levar ao sabor dos ventos.
BTN14_RaphaAretakis
Na próxima viagem à Florença, alugue um apartamento e curta todas as delícias com calma

Para saber por onde eu ando acesse: www.raphanomundo.com


Rapha Aretakis é travel writer e criadora do Raphanomundo. Recifense, acredita que o mundo é muito grande para continuar parada no mesmo lugar. Hoje vive em Curitiba após temporadas em Stuttgart, Berlim e São Paulo. www.raphanomundo.com

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

comentários

INSTAGRAM
SiGA A GENTE
Translate »
>