VOCÊ ESTÁ LENDO

Vida longa à cena cultural de São Paulo

Vida longa à cena cultural de São Paulo

A capital paulista sempre foi conhecida pela sua forte cena cultural, no entanto, nos últimos anos, essa efervescência ganhou um reforço de peso com a chegada de exposições e mostras de renomes nacional e internacional.
BTN21_RaphaAretakis (4 de 4)
O emblemático prédio do Instituto Tomie Ohtake

Dalí, Scully, Maier, Picasso, Mueck, Miró, Quino e Abramovic são alguns dos sobrenomes que conseguem tirar hordas de paulistanos e turistas das suas casas e colocá-los em filas (sempre elas) intermináveis. Passada a espera, por alguns minutos o visitante deixa a pauliceia e é transportado para uma viagem por um mundo de cores, traços e histórias. Sem dúvida, saem de lá diferentes de quando entraram. MIS, MASP, Pinacoteca, Instituto Tomie Ohtake, SESCs, centros culturais e mais uma infinidade de espaços estão no roteiro (e na boca) do povo. Dá gosto de ver!
BTN21_RaphaAretakis (2 de 4)
Salvador Dalí no Instituto Tomie Ohtake

BTN21_RaphaAretakis (3 de 4)
Castelo Rá-Tim-Bum – A Exposição: recorde absoluto de visitantes no MIS

Eu, mesmo não morando mais na cidade, sempre consigo colocar uma mostra no meu roteiro. Antigamente, muito se falou que uma visita a São Paulo sem uma ida ao teatro não seria completa. Hoje, eu diria que ir à Terra da garoa e não ver uma grande exposição é perder a oportunidade de fazer essa visita ir além. Que Pablos, Salvadores, Marinas e Joans… continuem colorindo a vida de Marias, Josés, Anas e Pedros. Vida longa à cena cultural de São Paulo.
BTN21_RaphaAretakis (1 de 4)
O mundo segundo Mafalda – Praça das Artes

Em tempo, anote na agenda:

–  10 de março a 10 de maio: Terra Comunal – Marina Abramovic – Sesc Pompéia;

–  25 de março a 08 de junho: Picasso e a Modernidade Espanhola – CCBB;

–  02 de abril a 31 de maio: Do objeto para o mundo – Itaú Cultural;

–  11 de abril a 28 de junho: Sean Scully – Pinacoteca;

–  A partir de 20 de maio: Joan Miró – Instituto Tomie Ohtake.


Rapha Aretakis é travel writer e criadora do Raphanomundo. Recifense, acredita que o mundo é muito grande para continuar parada no mesmo lugar. Hoje vive em Curitiba após temporadas em Stuttgart, Berlim e São Paulo. www.raphanomundo.com

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

comentários

INSTAGRAM
SiGA A GENTE